Quando e como retirar a chupeta?

A retirada da chupeta nem sempre é fácil, deixo vos aqui algumas dicas de quando e como retirar a chupeta.

Temos crianças que nunca chegam a usar a chupeta, e outras que não a largam por nada, deste mundo!

O Martim até aos cinco meses não queria chupeta, tentei por diversas vezes que aceita-se a chupeta, porque de alguma forma penso que é uma forma de conforto para a criança.

Por volta dos cinco meses e meio o Martim começou a usar a chupeta e o seu dudu. E foi sempre a companhia preferida para as saídas ou durantes as sestas.

Até a bem pouco tempo, utilizavamos a chupeta simplesmente para dormir a noite, e por vezes, durante o dia. Quando está mais cansado ou com uma birra.

Se quiseres ler o meu post sobre como lidar com as birras, clica aqui!

Quando Martim mudou de escola, deixou de usar chupeta na sesta da tarde. De uma forma muito simples e rápida. Em parte pela influência dos amigos da escola, que já não utilizavam. De realçar também o papel da educadora neste aspecto, que falou sobre o assunto com crianças, antes de iniciar o processo.

Vos apresentar então algumas das dicas que considero mais úteis para a retirada da chupeta com sucesso.

Dicas para retirar a chupeta

  • Conversar com a criança: é fundamental que a retirada da chupeta seja feita de forma gradual. Conversar com a crianças sobre o assunto é fundamental. Explicar a criança que já é muito crescida para usar a chupeta. Começar por deixar a chupeta durante o dia. Ficar o uso da mesma reservado apenas para as sestas da tarde e noite.

  • Elemento substituto: Por experiência própria, a noite é altura mais difícil para retirar a chupeta. Então o que fiz, foi deixa-lo ficar com o dudu. Dar a criança um peluche, algo que possa ajudar nesta substituição e que lhe dê algum conforto.

  • Um pequeno furinho na chupeta: aproveitar que a chupeta já está velhinha, e explicar a criança que a chupeta já está velhinha e deteriorada. Está estragada e já não é seguro utiliza-la.

  • Aproveitar um altura festiva com o Natal/ Páscoa: uma troca por troca, o Pai Natal leva chupeta e deixa um presente especial, por exemplo. É um método mais radical, mas que funciona muito bem, com muitas crianças.

  • Aproveitar o nascimento de um bébe na família: explicar a criança que é um bebé pequenino, que vai precisar de uma chupeta. Pode ser mesmo a criança a oferecer a sua chupeta ao novo elemento da família. Incentivar a esta partilha.

Qual a melhor altura para retirada da chupeta?

Embora não exista uma altura ideal para o fazer, é importante ter em atençao a idade da criança. Diversos especialistas consideram que as dois anos é altura ideal para a retirada da chupeta. Devido as implicações na dentição da criança e até mesmo na fala.

No entanto é importante evitar começar este processo, da retirada da chupeta, se estamos a fazer o desfralde, uma mudança de casa, ou mesmo o nascimento de um irmão. Para não ser muita coisa ao mesmo tempo, isto pode prejudicar o sucesso do processo em si.

Também é importante, não voltar atrás com o processo, não ceder a entrega da chupeta só porque a criança faz uma birra ou pede a chupeta.

Senão a partida, a criança sabe que com uma birra, um bocadinho de insistência vai ter o que pretende. Não é um processo fácil, mas com calma é possível ser bem sucedida.

No caso do Martim funcionou muito bem a retirada gradual. Começou na escola e depois mais tarde em casa.

Quando tentei retirar a noite não correu muito bem. Então tentei a dica do furinho na chupeta e foi “tiro e queda”! Mostrei-lhe a chupeta e ele próprio disse-me que a chupeta estava estragada e não a queria.

Já faz quase duas semanas e está a correr lindamente, quando se lembra da chupeta, mostro-lhe e ele diz que não quer. Está estragada, não quer!

Martim faz três anos em Abril e achamos que seria uma boa altura de começar o processo, também porque a irmã nasce em Junho, então pensamos que era uma boa altura.

Espero que estas dicas vos tenham ajudado! Siga-me também no Instagram, basta clicar aqui!

Gostas-te deste Post? Guarda-o no Pinterest!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *